Descubra o Piauí: Uma Viagem Cultural no Coração do Nordeste Brasileiro!

Encante-se com o Piauí: Uma jornada cultural e histórica no coração do Nordeste brasileiro!

Venha desvendar um paraíso de diversidade cultural, beleza natural e calor humano. No Piauí, você encontrará tradições únicas, paisagens deslumbrantes e uma riqueza de experiências inigualáveis. Prepare-se para uma viagem que vai encher sua alma de memórias inesquecíveis.

Piauí

A colonização do Piauí iniciou no século XVI, quando os portugueses começaram a explorar a região. O bandeirante português Domingos Afonso Mafrense foi um dos desbravadores que desempenhou um papel importante na ocupação do território e liderou uma das frentes de avanço nos Sertões do Piauí, tornando-se um dos primeiros colonizadores dessas terras.

Hoje, o Piauí é conhecido por sua diversidade cultural e histórica, com influências indígenas, portuguesas e africanas que moldaram sua identidade única.

No Piauí, você encontrará tradições únicas, paisagens deslumbrantes e uma riqueza de experiências inigualáveis. Prepare-se para uma viagem que vai encher sua alma de memórias inesquecíveis.

Catedral Mãe da Divina Graça – Parnaíba/PI

Cultura do Piauí

Um mosaico de influências

A cultura do Piauí é um fascinante mosaico de influências e tradições que refletem a rica diversidade deste estado do Nordeste brasileiro. Com raízes profundas na cultura indígena, africana e portuguesa, o Piauí abriga uma herança cultural única, expressa em sua música, dança, culinária e festividades. Explore os aspectos gerais dessa cultura vibrante e cativante.

Carne de Sol com Macaxeira

Gastronomia

Sol e Sal

A gastronomia do Piauí é uma festa para os sentidos, uma explosão de sabores que encanta os visitantes. Com influências indígenas, africanas e portuguesas, a culinária piauiense oferece pratos autênticos deliciosos, e apresenta uma gastronomia diversificada, diferindo das outras culinárias típicas da Região Nordeste em muitos aspectos.

A ampla utilização de temperos frescos, como a cebolinha e a pimenta-de-cheiro, torna a cozinha piauiense singular.

Apesar da comida sertaneja — à base de carne — ser abundantemente presente na culinária piauiense, a região também dispõe de excelentes pratos à base de peixes e frutos-do-mar que encantam os paladares mais exigentes, como as caldeiradas de camarão e torta de caranguejo. Essas receitas envolvem tanto peixes de água doce como peixes de água salgada, bem como o caranguejo-uçá, abundante na região litorânea do Estado. De pratos à base de carne de sol e peixes dos rios, como a famosa “Carne de Sol com Macaxeira”, o “Maria Isabel” e “Bode Assado ou Cozido” (cujo preparo é feito com leite de coco), até sobremesas ricas e variadas como os doces e compotas de frutas regionais, como de caju, manga e o doce de casca de limão-azedo, a sua viagem ao Piauí será uma jornada de descoberta gastronômica. 

A cajuína não é um prato, mas sim uma bebida não alcoólica, feita à base de caju. O modo de fazer e as práticas socioculturais associadas à cajuína são bens imateriais devido, na maioria, a sua imersão nos rituais de hospitalidade das famílias no Piauí. Além de ser patrimônio piauiense, a cajuína também virou nome e versos de uma música de Caetano Veloso: “E éramos olharmo-nos intacta retina, a cajuína cristalina em Teresina”… Venha experimentar esses sabores únicos e mergulhar na rica culinária desse Estado encantador. Bom apetite!

Rendas

Artesanato

Explore a arte e o talento do Piauí

É importante destacar as tipologias do artesanato local. A atividade artesanal no Piauí possui diversas tipologias, a exemplo dos bordados, cestaria e trançados, joias artesanais, tecelagem, cerâmicas e, a arte em madeira, especialmente a arte santeira.

Descubra os artesanatos excepcionais, desde as delicadas rendas de bilro de Ilha Grande, à brilhante opala de Pedro II, uma pedra preciosa cujas jazidas são encontradas apenas na Austrália e no Piauí. E recentemente, também foram identificadas em Marte!

Leve para casa uma peça do Piauí e tenha uma lembrança inesquecível de sua visita a essa região repleta de talento.

Delta do Parnaíba

Litoral do Piauí

Rota das Emoções: emoção em todos os sentidos!

As emoções são parte intrínseca da experiência humana, colorindo e enriquecendo nossa vida de maneiras profundas e variadas.

Seja bem-vindo à Rota das Emoções, uma jornada emocionante pelo Nordeste brasileiro, onde a beleza natural encontra a cultura vibrante, criando uma experiência de viagem inesquecível. Esta rota, que leva aventureiros por uma jornada repleta de emoções e os conecta a algumas das paisagens mais espetaculares do Brasil, é um tesouro escondido que se estende por três estados deslumbrantes: Maranhão, Piauí e Ceará.

Através das belezas naturais do litoral do Piauí, este é o destino ideal para os amantes da natureza, das praias intocadas e da aventura.  Uma viagem única explorando Ilha Grande, Parnaíba, Luís Correia e Cajueiro da Praia. 

Conheça um pouquinho de cada um desses quatro municípios por onde passa a Rota das Emoções no Piauí.

Serra da Capivara

Serra da Capivara

Tesouro arqueológico e natural no coração do Brasil

O sudeste piauiense é um espaço de centenas de sítios arqueológicos reunidos em dois parques nacionais: o da Serra da Capivara e o da Serra das Confusões. Esses sítios arqueológicos são estudados pela Fundação Museu do Homem Americano (FUMDHAM).

O Parque Nacional Serra da Capivara fica localizado no sudeste do Piauí, tendo como porta de entrada a cidade de São Raimundo Nonato. Considerado o maior complexo de sítios arqueológicos das Américas, conta com 129.140 hectares e seu perímetro é de 214 quilômetros. O parque é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) e em 1991 foi declarado pela Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), como Patrimônio Cultural da Humanidade. Na unidade encontra-se uma densa concentração de sítios arqueológicos, a maioria com pinturas e gravuras rupestres, nos quais se encontram vestígios (de uma fogueira) extremamente antigos da presença do homem, há cerca de 100 mil anos. 

O Parque ganhou destaque internacional em 2022, sendo o único destino brasileiro incluído em uma seleta lista de 52 lugares para se visitar, divulgada anualmente pelo jornal norte-americano The New York Times.

Na região da Serra da Capivara encontram-se formações geológicas únicas.  Dispõe, ainda, de uma vegetação variada e bem conservada, zona de caatinga primária, ilha de floresta tropical úmida, com espécies típicas e árvores frondosas; bem como ilha de vegetação árida, com predominância de cactos nos afloramentos rochosos.

Além disso, há mais de mil espécies vegetais a serem exploradas na região. Apesar de não estarem todas catalogadas, cerca de 600 espécies já foram registradas. Ou seja, um cenário multicolorido bem diverso que é um verdadeiro esplendor – com tons de verde, cinza, branco, amarelo, roxo. Esses tons se dão pela vegetação que em parte do ano está completamente florida; mas, nos meses mais quentes (especialmente os 4 últimos meses do ano), está totalmente adormecida, parecendo morta, mas está apenas dormente.

Os fascinantes museus que preservam a história e a natureza

Neste paraíso arqueológico, o Museu do Homem Americano revela as origens da civilização nas Américas, com pinturas rupestres únicas e vestígios arqueológicos fascinantes. Ao mesmo tempo, o Museu da Natureza nos leva a uma jornada impressionante, espaço dedicado à preservação e divulgação da história natural. Nele, os visitantes podem explorar exposições que abrangem temas como a evolução da vida, a diversidade de ecossistemas e a importância da conservação ambiental. O museu oferece uma experiência educativa e fascinante para todas as idades, proporcionando uma maior compreensão do mundo natural ao nosso redor.

Ecoturismo na Serra da Capivara:

Considerado um dos cenários mais fascinantes, o Parque Nacional atrai visitantes do mundo todo, pela formação de cânions gigantescos (que chegam a medir 200 metros de altura), formações rochosas multicoloridas, além de belíssimos platôs. Esses paredões são resultados da movimentação das placas tectônicas da Terra há cerca de 200 milhões de anos.

A paisagem é estonteante, a vegetação é formada por boqueirões de mata úmida, com árvores que se infiltram através das paredes rochosas. Além disso, há na região uma fauna variada, com presença de tatus bolas, tatus-verdadeiros, tamanduás, jacus, cotias, porcos-do-mato, macacos-prego, jaguatiricas, veados-catingueiros e muitas espécies de aves de todos os tipos e cores.

O Parque Nacional da Serra da Capivara é a única unidade de conservação permanente no bioma da caatinga no Brasil, além de ser o único do país que oferece estrutura para uma modalidade turística diferenciada: o turismo arqueológico.

Por falar em arqueologia, um dos maiores atrativos culturais do lugar são os registros rupestres pré-históricos, especialmente as pinturas gravadas nas rochas com cenas de caça, sexo, guerra e outros aspectos da vida cotidiana, transformando o parque num verdadeiro museu ao ar livre.

Vale destacar que o parque possui circuitos acessíveis aos portadores de necessidades especiais.

Desbrave as maravilhas da Serra da Capivara no Piauí e deixe-se encantar por uma experiência única de turismo e natureza. Prepare-se para se surpreender com paisagens deslumbrantes e a oportunidade de viver momentos inesquecíveis. Venha descobrir a verdadeira essência do turismo na Serra da Capivara!

REALIZAÇÃO

CO-REALIZAÇÃO

APOIO

ORGANIZAÇÃO

Perguntas Comuns

Algumas das perguntas mais frequentes sobre este destino maravilhoso

A capital do Piauí é Teresina.
Piauí possui uma área de 251.755,481 km².
O Piauí tem 3.271.199 habitantes (2022).
Uma pessoa nascida no Piauí é chamada de piauiense.
Os códigos de discagem Piauí são 86 e 89.
Piauí faz fronteira com: Maranhão, Tocantins, Bahia, Ceará e Pernambuco.
This site is registered on wpml.org as a development site. Switch to a production site key to remove this banner.