Cultura

Povo brasileiro

A riqueza da cultura de um país e sua variedade vêm das pessoas, umas das mais etnicamente diversas do mundo. A região sul experimentou uma imigração maciça de alemães e italianos, e assim como russa, polonesa e ucraniana em menor grau.

São Paulo é um caldeirão. Não há melhor definição para isso. Há uma grande comunidade japonesa no Estado, além de um pouco de tudo o mais: italianos, árabes, espanhóis, portugueses e judeus, para citar apenas alguns. Andar nas ruas de São Paulo é um exercício incrível para adivinhar a herança étnica das pessoas.

Ele tem o mesmo histórico de imigração de Nova York, por exemplo. A diferença é que, em São Paulo, os casamentos inter-raciais são comuns quase desde a sua fundação. Esse nível de mixagem produziu o que gostamos de chamar de um tipo único de pessoas: os brasileiros.

O Rio de Janeiro e a Bahia – em maior grau – têm uma grande população negra. Os índios nativos foram deslocados para a região central, em direção à floresta amazônica.

Uma versão da história da etnia brasileira explica que, quando os portugueses começaram a colonizar o país, não havia muitas mulheres europeias na colônia. No entanto, havia muitas mulheres entre índios e escravos negros. Parece que os portugueses eram menos restritos que os colonos britânicos, holandeses e espanhóis e tornavam as índias e escravas em esposas ou concubinas.

De alguma forma, isso afetou a personalidade do país para sempre e influenciou as futuras gerações de imigrantes. Por isso, hoje o Brasil é o lar de vários negros orientais, negros de olhos verdes e até de orientais de olhos verdes. Uma variedade bem exótica.

A mistura do branco europeu com o negro africano criou uma das características físicas mais famosas do Brasil: a mulata. Rainha do carnaval, as mulatas brasileiras são aclamadas em centenas de músicas. Sem a mulata, o carnaval brasileiro não seria o mesmo.

Esse povo altamente misto criou uma cultura rica e diversificada. Desde a Capoeira – um tipo de arte marcial criada pelos escravos africanos e muito popular no Nordeste do Brasil – até a versão brasileira da Oktoberfest alemã em Blumenau, no estado de Santa Catarina. A variedade também está presente na arquitetura, na música, na culinária e até nos códigos de vestimenta.

Mais importante que tudo, a diversidade produziu um povo amigável, criativo e sempre pronto para sorrir, apesar dos tempos nem sempre fáceis que a maioria da população enfrenta. Os brasileiros podem dançar, rir e abraçar, não importa o quê. E, assim como Cristo Redentor no topo do Corcovado, no Rio, os brasileiros o receberão de braços abertos.

Nota: Embora exista um alto nível de injustiça social no Brasil, ele tem mais a ver com classes do que com raças. Nunca houve o tipo de segregação experimentada pela população negra nos Estados Unidos. Nunca houve escolas, banheiros, restaurantes ou locais designados nos ônibus para essa etnia.

Outra curiosidade é que, um formulário de qualquer tipo nos Estados Unidos, com o objetivo de rastrear a etnia de uma pessoa, é intrigante para os brasileiros. Vindo de um país com tanta diversidade, é muito difícil encaixar em qualquer uma das “raças” disponíveis.

Tudo no Brasil parece maior que a vida. Possui a festa mais alegre do mundo, a maior cachoeira, os maiores pântanos, o rio mais poderoso e a maior floresta tropical (e uma das culturas mais exclusivas e diversas do planeta). Para os viajantes, o tamanho e a variedade do Brasil podem ser impressionantes.

Diversa, vibrante e cheia de maravilhas inesperadas, a cultura brasileira e sua magia contagiante e multifacetada nunca deixam de conquistar o coração de todos os que a visitam. Seria impossível em uma visita ver tudo o que há para ver a beleza incomparável do Brasil. É uma boa ideia preparar-se com base na cultura única das regiões que você planeja visitar.

As pessoas geralmente pensam no Brasil como um paraíso tropical, com as características exóticas do Brasil, e que as pessoas locais estão dançando e se divertindo o dia todo. O Carnaval do Rio ajudou a desenvolver essa imagem. No entanto, apenas o Rio de Janeiro e o Nordeste se aplicam a esse protótipo durante suas famosas festas. A cultura brasileira é muito mais que isso.

Aos habitantes originais (índios nativos) foram adicionadas sucessivas ondas de europeus (principalmente portugueses) e africanos (principalmente da costa oeste subsahariana). A influência dos nativos americanos é mais óbvia na bacia amazônica. Muito da culinária, danças e costumes regionais refletem claramente as origens dos nativos americanos. A cultura africana é forte no Nordeste. Já o Rio de Janeiro e Minas Gerais se parecem um pouco mais com Portugal. São Paulo recebeu milhares de imigrantes italianos nos séculos XIX e XX e sua influência se espalhou por todo o Estado. Os alemães se estabeleceram nos vales e montanhas do sul do Brasil e sua cultura e idioma ainda são fortes em Santa Catarina. Finalmente, o Rio Grande do Sul, o estado mais ao sul do país, parece mais a Argentina e o Uruguai do que o Brasil.

Para tornar o país um dos destinos turísticos número um do mundo, o governo local está investindo bilhões em infraestrutura local. Eles pretendem atrair 9 milhões de turistas a cada ano e criar mais de 1 milhão de empregos locais. Em uma pequena área da costa, há mais de 20 campos de golfe planejados. A nova ponte suspensa de Natal abriu a deslumbrante costa norte para os agentes imobiliários. Especialistas do setor preveem um crescimento de 400% do capital para propriedades na região de Natal nos próximos 10 anos. Além disso, o novo aeroporto será o maior da América do Sul e o quinto maior do mundo. Há poucas dúvidas de que os imóveis em Natal e no Brasil em geral irão subir de preço, e é por isso que nos concentramos nessa região.

Se você planeja visitar o Brasil, lembre-se de que o país fica nos trópicos e tem um clima quente o ano todo. Isso se aplica a todas as regiões, exceto em alguns lugares no sul. De São Paulo para o norte, você poderá ir à praia o ano todo. As águas oceânicas do Rio de Janeiro tendem a ser mais frias do que a média brasileira, mas no Nordeste a água do mar é sempre quente. O Brasil possui três principais zonas climáticas, cada uma com sua própria estação chuvosa. No Rio de Janeiro e no sul do país chove mais no verão, de outubro a maio. O inverno é seco e ameno no Rio, mas pode ficar muito frio no sul.

A cultura do Brasil é uma maravilhosa mistura de religião, etnia, heranças coloridas, celebrações emocionantes e muito mais.

Pessoas de todo o mundo com diversas origens culturais chamam o Brasil de lar. Este caldeirão de pessoas começou há milhares de anos com os índios nativos americanos e apenas algumas centenas de anos atrás, os primeiros colonos portugueses. De fato, o português é a língua oficial do Brasil, embora muitos dialetos indígenas também sejam falados.

A religião brasileira representa uma grande variedade de crenças. No entanto, a maioria das pessoas no Brasil afirma que o catolicismo é sua principal fé religiosa. No entanto, muitos são bastante abertos a outras práticas e muitas outras visões religiosas surgiram para formar um amplo e diversificado sistema de crenças. Diferentemente de outras áreas do mundo, as visões culturais dos brasileiros se prestam à coexistência pacífica.

O tempo da família no Brasil é quase sagrado. Você encontrará muitas famílias jantando juntas, como na cultura da Espanha. Eles também têm seu próprio cronograma para reuniões sociais e respeitam as tradições de uma geração para a seguinte.

As origens étnicas das pessoas no Brasil também emprestam ao país uma cultura colorida. Muitos cidadãos brasileiros são uma mistura de várias linhagens. Existem os nativos americanos que supostamente foram erradicados há muito tempo. Os ancestrais dos escravos africanos ainda estão por aí, assim como os europeus. Mesmo assim, os brasileiros não prestam muita atenção à cor da pele, tendem a se concentrar mais na classe social.

Devido à diversidade cultural de seus cidadãos, o Brasil possui muitas celebrações e festivais. O canto e a dança predominam em muitos desses eventos, especialmente no famoso Carnaval, enquanto o amor pela comida não fica muito atrás. O povo brasileiro usa uma variedade de temperos na culinária e há muitos pratos típicos em cada uma das suas cinco regiões.

Parte da cultura do Brasil inclui as populações indígenas espalhadas por todo o país, muitas vivendo em áreas rurais inacessíveis. Eles falam vários idiomas e dialetos, muitos deles não conhecidos em nenhum outro lugar do mundo. Eles subsistem da terra e raramente negociam com o mundo exterior. De fato, o governo brasileiro registrou muitas dessas terras indígenas para proteger esse patrimônio.

O Brasil pode ser comparado a uma panela em ebulição, quase pronta para ferver. A cultura colorida e a efervescência do povo criam uma energia que faz do Brasil um destino popular para muitos turistas a cada ano.

Home / Cultura / Povo brasileiro